lembrancinha-mãe

lembrancinha-mãe

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Texto com interpretação 2º ano



História de barata




Sou uma barata. É isso mesmo que vocês escutaram. Uma ba-ra-ta!

Pobre de mim! Escura, cascuda, duas antenas que mais parecem chifres, sou mesmo horrorosa. O bicho mais detestado do mundo. Vão me vendo e botando o pé. Querendo matar, esfacelar.

_ Oh! Uma barata! Mata, mata essa nojenta!

A nojenta, é claro, sou eu. A rejeitada. Sem nunca ´ter feito mal a ninguém. Só porque nasci feia e sem graça nenhuma. Não é a toa que vivo pelos cantos, sempre correndo. Morrendo de medo daquele homem que vai dar uma vassourada. Isso quando ela não desmaia antes, de HORROR!

Maria do Carmo Brandão. Barata tonta,

Belo Horizonte, Editora RHJ, 1987



1-O título do texto é:

ano?


4-Reescreva a frase trocando as palavras grifadas por outras de mesmo significado.



a-Vão me vendo e botando o pé. Querendo matar, esfacelar.



5-Quem narra a história do texto?



6-Em que pessoa do singular está o texto?



7-Grife os pronomes no texto.



8-Substitua a palavra grifada por um pronome.

a)A barata é um bicho nojento.



b)Eu e você escutamos o barulho da barata.



9-O texto fala de um animal que é:

( ) vertebrado. ( ) invertebrado.



10-“ Pobre de mim! Escura ,cascuda...” Quem disse esta frase?



11-Do que a barata vive morrendo de medo?



12-Você concorda com a frase do texto:

“ O bicho mais detestado do mundo.” Justifique sua resposta.



13- Você tem medo de barata? Explique.







A Paca Bete



A paca Bete achou uma caixa de papelão, debaixo da parreira.

Pegou a caixa e levou para perto da bicharada, na floresta.

O sapo Papudo puxou a tampa e deu um pulo, para trás.

Dentro havia borboletas multicores que voaram para o ar.

A paca Bete ficou desapontada, porque pensou que tinha achado um tesouro.

Graça Batituci



1-No texto que você acabou de ler, qual é o nome:

-da paca:

-do sapo:



2-Represente através de desenho o que havia dentro da caixa.



3-O que fez o sapo Papudo?



4-Quem levou a caixa perto da bicharada:

( ) sapo Papudo. ( ) paca Bete.



5-A caixa foi levada para a bicharada;

( ) no lago. ( ) na floresta. ( ) no campo.



6-Procure no dicionário o significado de ;

-Parreira: - multicor:



7- Desapontada é o mesmo que:



8- Autora do texto é:



9-O texto que você leu é uma:

( ) história. ( ) piada. ( ) advinha. ( ) poesia.



10- qual o motivo que a paca, ficou desapontada?



11- Circule no texto as palavras com p e b e escreva no quadro:





B



P













12-Reescreva a frase trocando a palavra grifada por outra de mesmo significado.



Dentro havia borboletas multicores que voaram para o ar.



13-A caixa de papelão estava debaixo:



( ) da mangueira ( ) da parreira. ( ) da jabuticabeira.



14- Reescreva o 3

parágrafo iniciando assim:



Os...................



15- Você já ficou desapontado (a) alguma vez ? qual foi o motivo?



16- No texto aparecem as palavras caixa, debaixo , puxou, escritas com x, escreva você outras palavras que tenha x.



17- Por que as palavras Bete e Papudo estão escritas com letras maiúsculas?

.........................................................



A onça e a raposa



Luciana M. M. passos. Adaptação do folclore.



A onça queria pegar a raposa. Por isso ela se fingiu de morta.

Os bichos vieram ver a onça morta.

A raposa veio também. Mas a raposa era muito esperta. Ela ficou de longe e disse bem alto:

_ Quem morre de verdade espirra três vezes!

Então a onça quis mostrar que estava morta mesmo. Ela fez assim:

_ Atchim! Atchim! Atchim!

A raposa deu uma risada e fugiu, rápida como um raio.



1-Escreva uma outra palavra que signifique o mesmo que:

-esperta: - rápida:



2-Reescreva o 7º parágrafo substituindo as palavras em destaque por outra de mesmo sentido.



3-Dê o antônimo das palavras grifadas.

A raposa descobriu que a onça estava morta e fugiu devagar.



4-Dê nomes para as personagens da história:



5-Explique o plano da onça para pegar a raposa.

6-Escreva o que a raposa disse:



7-Qual foi a reação da onça para provar que estava morta mesmo?



8-Por que a raposa fugiu?



9-Observe o 2º e 3º parágrafos do texto e responda:

Na sua opinião, o que aconteceu com os outros bichos? Justifique.



10-Pontue corretamente:



A onça perguntou à raposa



Por que você correu de mim



A raposa esperta respondeu



A senhora espirrou e eu tive medo de pegar gripe



Quem vai acreditar na resposta da raposa



11- Coloque o acento agudo ou circunflexo onde for necessário.



A raposa pegou o onibus para fugir mais depressa e foi parar na casa de sua avo.

A avo não estava e seu avo Raposão deu-lhe um copo de cha de hortelã para acalma-la.

A onça chateada subiu no pe de pessego para avista a raposa, mas esta ja estava longe.



12- Produção de texto.

Reescreva a história, “ A onça e a raposa” , como se você estivesse contando para alguém .

.................................................

Dez ajudantes



Certa vez, entrei na casinha de uma pobre mulher. Reparei que dentro do casebre estava tudo limpinho, bonito. As crianças estavam limpas, vestidas com asseio, o almoço pronto na mesa, e nem uma migalha à vista, tudo luzindo.

Perguntei-lhe:

_ Como é que a senhora consegue fazer tudo nesta casa?

_ E não haveria de conseguir? Pois se eu tenho dez ajudantes. Eles trabalham o dia inteiro, ajudam-se uns aos outros...

_ mas que ajudantes são esses?

_ Aqui estão eles!

Riu a boa mulher, e mostrou-me os dez dedos das suas mãos.

Antologia para 1ª série( tradução e adaptação

Tatiana Belinsky Gouveia).



1-Consulte o dicionário e crie um vocabulário.



Reparei:

Casebre:

Asseio:

Migalha:

Luzindo:

Ajudante:



2-Substitua as palavras grifadas por outras de mesmo sentido.



a- Reparei que estava tudo limpo.

b- Havia muito asseio no casebre.

c- Tudo estava luzindo.

d- Os dez ajudantes da mulher eram seus dedos.



3-A casa era :

( ) grande. ( ) enorme. ( ) minúscula.



4-Enumere a 1ª coluna de acordo com a 2ª.



( 1 ) As crianças estavam ( ) pronta na mesa.

( 2 ) o casebre estava ( ) brilhando.

( 3 ) O almoço estava ( ) limpinho.

( 4 ) Não se via ( ) limpas.

( 4 ) Tudo estava ( ) nem uma migalha.





A Porta



(Música: O cravo e a Rosa)



A porta fica aberta

para quem quiser passar.

Passa um professor,

um guarda e um doutor.



Também passa um vendedor,

conversando com o lavrador.

Eu passei pela porta aberta,

mas deixei fora o meu amor!



Um dia, uma ventania

a porta fechou.

E eu acabei sozinho,

sem o meu querido amor!



1.Copie palavras do texto acima de acordo com a indicação:



ar-er-or

no meio das palavras ar-er-or

no final das palavras



.....................................................



1. Leia, copie e destaque todas as palavras com lh:



UM COELHINHO BEM DIFERENTE



O coelhinho Bimbelho é bem diferente.

Tem um olho azul e outro vermelho.

Não é abelhudo, não é bisbilhoteiro,

mas é um coelhinho muito arteiro!

Ele é branco com uma pinta preta no joelho

e, por isso, vive a se olhar no espelho

Passa o dia a dar cambalhotas

com sua amiguinha, a ovelha Bolota.

Ele não é um barato? Esse é um coelho gozado!













O CACHORRO ZORRO



A coruja, o peru e a perereca, todos muito sapecas, resolveram assustar o cachorro que usava um gorro e se chamava Zorro.

Seu gorro era amarelo, rosa e roxo.

Fizeram uma careta numa abóbora e quando anoiteceu puseram a abóbora no muro.

Zorro veio numa corrida e bateu no muro a sua barriga.A abóbora pluft!!!caiu na sua cabeça. Ele ficou parecido com um fantasma.

_Socorro!_gritou o cachorro.

Quando ele correu de medo para junto dos arteiros, foi um berreiro lá no terreiro. A perereca pulou, a coruja voou e o peru, gago ficou.

_Ué!_falou o cachorro._Será que essa bicharada pirou ou do meu gorro não gostou?



1.Agora, copie as palavras sublinhadas, de acordo com o modelo:



a) r (inicial)}roda b) rr (duplo)}barriga c) r (brando)}coruja



........................................



1. Vamos brincar com os sons? Leia a história e copie as palavras com sílabas terminadas em al-el-il-ol-ul:



O REI SOL



Amanhecia. Começava o espetáculo matinal.

O Rei Sol acordou, espreguiçou e iluminou tudo, como um grande farol.

Logo pegou o jornal.

Ele gostava de ver as notícias da zona rural.

Pena que não era Carnaval!

Depois, olhou para o planeta Terra para ver se estava acontecendo alguma coisa especial.

Sabem o que ele viu?

Um caracol, todo atrapalhado, enroscado num anzol.

Uma cascavel comendo pastel de mel.

Um vegetal, muito legal.

Um menino, rolando dentro de um barril.

Soprado pelo vento, um lindo milharal balançava num quintal.









1. Vamos brincar com os sons das palavras? Leia a história e copie, separando em colunas, as palavras escritas com bl, cl, fl, gl, pl, tl:



Os Duendes Plic-Ploc e Plim-Plim



Os duendes Plic-Ploc e Plim-Plim moravam na floresta encantada com a fada Florisbela. Eles gostavam muito de crianças e achavam o planeta Terra lindo!

Um dia, foram surpreendidos com a visita de Glória, Gláucia e Clarabela.As meninas foram de bicicleta até a floresta para conversar com os duendes. Contaram para eles que Clarabela andava muito triste.

Elas usavam blusa de flanela e chapauzinho com flores coloridas.Eram lindas!

Plic-Ploc falou:

_Clarabela, não fique triste assim!

Com uma flauta e um clarim, os duendes cantaram:

Bis{Clarabela, minha bela como você é infeliz!}

Chame a fada Florisbela,

que você será feliz!

Bis{Floris-fada-Florisbela que é das flores a mais bela!}

(Música:Peixe vivo)

Quando a fada chegou com seu sorriso tão lindo, Clarabela sorriu também. Ela ganhou da fada um ramalhete de flores e começou a se sentir feliz de novo.

As três meninas foram embora sorrindo agradecidas.

A fada havia ensinado Clarabela a sonhar de novo.

...............................................



1. Leia os versos e copie as palavras com sílabas terminadas em s:



O PASTELEIRO



Nem todo japonês é pasteleiro

mas todo pasteleiro é japonês

fazendo garapa e pastel

à espera do freguês.



O pastel aparece na hora

estufa, surge do nada

surpresa quente e boa

junto à garapa gelada.



A família Yoshico

gosta de chás vesperais

quado não estão pastelando

fazem arranjos florais.





Um óleo amarelo e fino

escorre da escumadeira

todo mundo gosta

de comer pastel na feira!



(Anna Flora, Em volta do quarteirão.Rio de Janeiro, Salamandra, 1986).

....................................................



Sílabas terminadas em Z



1. Leia e copie as palavras terminadas em Z:



Valderez, a avestruz atriz



A avestruz Valderez, uma linda atriz,

passava seus dias muito infeliz.

Também, coitada, que nariz!

Cada vez que ela virava,

enroscava o nariz no chapéu do juiz.

Ficava feroz, gritava e perdia a voz.

Sabem o que fez, a coitada da Valderez?

Escondeu o nariz num capuz,

mas tropeçou numa cruz e caiu de bico

num enorme cuscuz.

Valderez, a avestruz, desistiu de ser atriz

e ficou vivendo muito feliz com seu nariz!

Era uma vez uma avestruz, a atriz Valderez.





Sugestão: Além da professora explorar a ortografia, poderá usar os textos para leitura, interpretação, reescrita dos textos ...



Utilizar as palavras que estiver trabalhando no texto para:

• Coloca-las na ordem alfabética;

• Separa-las por número de sílabas;

• Criar outro texto utilizando as mesmas palavras;



















MACAQUINHO



Macaquinhofoiàfeira

Nãosabiaoquecompar

Compouumacadeira

Pacomadesesetar

Acomaresesetouacadeiraesborachou

Macaquinhoficouchorando

Odiheioquegatou.



Quando a coordenadora foi bater esta trovinha, as palavras ficaram juntas e com som diferente em algumas palavras. Descubra o que está escrito. Depois, copie nas linhas.

...........................................



NHOQUE



Piu é um pintinho que achou uma toca.

É a toca da minhoca dorminhoca.

Piu disse:

_Vou esperar para almoçar. Assim que ela sair...Nhoque!

Mas o que apareceu foi uma latinha que rolou, rolou e parou.

_ Oba! Minhoca enlatada!

Lá na toca a minhoca deu risada e viu o Piu distraído com a lata.

_ Até logo, Piu, até logo...

Denise Mendonça

INTERPRETAÇÃO DO TEXTO



1) Que animais aparecem na história?

2) Por que a minhoca deu risada?

3) Como a minhoca escapou do pintinho?

4) Em que lugar você acha que a história aconteceu?

5) Você já viu minhoca enlatada?

6) Ilustre o texto e pinte bem bonito.

....................................................................

O PALHAÇO CAOLHO



O palhaço Coalho estava cansado de circo.

Ele parou de fazer palhaçadas e foi arrumar outros trabalho, numa fábrica.

Não gostou, porque tinha que carregar pilhas de telhas .

Ficou com bolhas nas mãos e dor nos joelhos.

Ouvindo os conselhos de sua mulher ,voltou a ser Coalho e a fazer par com Pimpolho , no circo do palhaço Zarolho.



Graça Batituci



1. Pinte no texto as palavras com NH.

2. Responda com palavras o texto:

a)Qual o nome da dupla de palhaço do texto?

b)O que Coalho carregava?

c)Quem aconselhou o palhaço a voltar para o circo?

3. Forme uma frase com cada grupo de palavras abaixo:

a)coelho – repolho

b)palhaço - repolho

..............................................................

O MENIMO QUE DESCOBRIU AS PALAVRAS

( Cineas Santos e Gabriel Archanjo )





Era , uma vez , um menino

que, ainda bem pequenino,

descobriu, todo contente,

que palavra é que nem gente:

umas são festa e alegria,

como palhaço folia;

outras são sempre tristeza,

como doença e pobreza.



Trecho o livro O menino que descobriu as palavras.

Editora Ática.



1) O que você acha das palavras? Por quê?

2) Você descobriu alguma palavra nova hoje? Qual foi?

3) Marque um x na frase que está e acordo com o texto:

( ) O menino descobriu que palavras é que nem gente.

( ) O menino ficou triste quando descobriu as palavras.



4) Complete com palavras do texto:

a). Doença e pobreza são sempre....................................

b).Palhaço e folia são.............................e.........................



5.Escreva:

a) uma palavra alegre:..................................

b) uma palavra triste

c) uma palavra gostosa:.................................



6.O texto que você leu é um trecho do livro ...................

7.Complete:

a) A palavra menino tem ...................letras.

b) As consoantes da palavra acima são:..........................

c) As vogais são:..............................................................



8.Meu nome tem ..................letras.

.......................são vogais.

........................são consoantes.



9.Procure no texto:

a) três palavras iniciadas por consoantes

b) três palavras iniciadas por vogais:



10.Escreva cada palavra no conjunto a que ela pertence:



Festa sol gente alegria pequenino contente palhaço mar



a) uma sílaba:...........................

b) Duas sílabas:........................

c) Três sílabas:..........................

d) Mais de três sílabas:................



11.Circule o sinônimo da palavra sublinhada:

a) O menino estava todo contente . ( alegre – esperta – contrariada)

b) O menino fez muita folia ( cambalhota – brincadeira – encrenca )



4. Invente uma frase com a palavra folia.

13. para escrever nomes próprios usamos letras maiúscula. Complete o quadro com dois nomes de:





MENINOS MENINAS CIDADES



.........................

..........................



............................

.............................

..............................

..............................



























AZUL E VERMELHO



Nessa rosa que eu pisei

tinha uma borboleta azul.

Eu não vi o que fazia,

mas as duas eu matei.



Vou enterrar as duas.

A rosa

e a borboleta azul.

E elas vão me perdoar.



Qualquer dia,

quando eu passar por aqui,

haverá uma rosa

com pétalas azuis

e uma borboleta

vermelha

e perfumada.

Pedro Bandeira. Cavalgando o Arco-íris

São Paulo, Moderna, 1986.



1-Reescreva os quatro primeiros versos desse poema, mudando de eu para nós e o verbo ter para haver .



2-Observe a frase: “ E elas vão perdoar.”

- A quem está se referindo a palavra elas ?



3-Cite:

- O nome do autor do texto:

- O nome do livro onde foi publicado este texto:

- Nome da editora:

- Ano em que foi publicado:



4-Retire do texto:

- Uma palavra que dá idéia de lugar:



5-Escreva:

- A palavra qualquer no plural.

- A palavra azuis no singular.



6-Leia o texto e responda.

a)A borboleta era azul. E a rosa de que cor era?

Copie a parte do texto que conta de que cor era a rosa.



7-Você sabe qual cor resulta da mistura do azul com o vermelho? Faça a experiência.





CORUJINHA



Corujinha, corujinha,

Que peninha de você!

Fica toda encolhidinha,

Sempre olhando não sei quê.

O seu canto de repente

Faz a gente estremecer.

Corujinha, corujinha,

Todo mundo que a vê

Diz assim à coitadinha:

Que feinha que é você!

Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.



1-A poesia acima é de Vinícius de Morais. Copie as palavras diminutivas, separe as sílabas.



2-Escreva a forma normal das palavras que estão no diminutivo.



3-Circule na poesia, as rimas.



4-Que tipo de animal é a coruja?



( ) mamífero. ( ) ave. ( ) inseto.



5-Quais são os hábitos da coruja?



6- Você sabia que a coruja é considerada o símbolo da sabedoria?

Pesquise mais sobre o assunto.





























TAMANDUÁ-BANDEIRA



O tamanduá-bandeira está em extinção porque pessoas maldosas o caçam, outras põem fogo nas matas e muitas estão destruindo o cerrado, seu principal habitat natural. Isso é muito triste, porque os tamanduás não se adaptam facilmente ao cativeiro. Eles chegam a comer até 30 mil insetos de sua preferência por dia.

As características dos tamanduás são interessantes. Eles não têm dentes. Como quadrúpedes, são até engraçados. Seu bico comprido faz com que eles pareçam com um aspirador. Sua língua longa é coberta com saliva pegajosa.



1-Explique :

a) O que é estar em extinção?

b) Habitat natural:



2-O que significa cativeiro?



3-Explique como você entende que os tamanduás não se adaptam facilmente ao cativeiro.



4-Cite as características do tamanduá-bandeira.



5-“Os tamanduás chegam a comer quantos insetos por dia?



( ) 30. ( )300. ( )3.000. ( ) 30.000. ( ) 300.000.



6-Você sabe o que é quadrúpede? Pesquise.



7-Você acha que o homem já foi um quadrúpede? Explique.



8-Por que os bebês humanos nascem sem dentes?



9- Você conhece outros animais que correm o risco de extinção? Comente com a professora e seus colegas.



10-Curiosidades sobre o tamanduá-bandeira:

Hábitos Gestação Tempo de vida Alimentação Defesa

Vive no chão, mas sobe em árvores e é capaz de nadar; dorme a maior parte do dia. 190 dias As fêmeas têm somente um filhote por ano, e geralmente na primavera. Vivem aproximadamente cerca de 25 anos. A língua pegajosa do tamanduá facilita seu trabalho na hora de comer. Por ser assim, os insetos grudam nela com facilidade. Tem fortes garras, se provocado, ele se defende, mas geralmente é um animal pacífico.



11-Como e de que os tamanduás se alimentam?



12-Escreva sobre os hábitos do tamanduá-bandeira.



13-O que a tabela acima diz sobre a defesa dos tamanduás?



14-Quantos meses o tamanduá tem de gestação?



























































A velinha de aniversário e a velhinha



Complete o texto abaixo com L – LH ou NH:



A vê _ i _ a se consome. É mais um aniversário da vê _ inha Amélia. A famí _ ia, orgu _ osa, reúne-se em volta dela . Os netinho aplaudem:

_Vovó ! Viva a vovó!

A ca _ a que pinga, diante da vovó emocionada que se ca _ a, parece aplaudir:

_ Vovó! Vovó! Vovó!

_ Fale alguma coisa, vovozi _ a – pedem os netos.

A vovó pensa muito antes de fa_ ar, pois quem pensa antes de fa_ ar, certamente não vai fa _ ar.

Logo depois, de sua cadeira, ela vê os net i_ os jogando bo _ a . Na sua mente, bo _ a de futebol e bo _ a de sabão se confundem. E ela pensa:

“ Já fui uma linda e co _ orida bo _ a de sabão! Era assim, linda, que eu me sentia...”

Vovó, acorde! – dizem os neti _ os.

E perguntam:

Você está so _ ando com o ama _ ã, vovozi _ a?



Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.

A velinha de aniversário e a velhinha



Complete o texto abaixo com L – LH ou NH:



A vê _ i _ a se consome. É mais um aniversário da vê _ inha Amélia. A famí _ ia, orgu _ osa, reúne-se em volta dela . Os netinho aplaudem:

_Vovó ! Viva a vovó!

A ca _ a que pinga, diante da vovó emocionada que se ca _ a, parece aplaudir:

_ Vovó! Vovó! Vovó!

_ Fale alguma coisa, vovozi _ a – pedem os netos.

A vovó pensa muito antes de fa_ ar, pois quem pensa antes de fa_ ar, certamente não vai fa _ ar.

Logo depois, de sua cadeira, ela vê os net i_ os jogando bo _ a . Na sua mente, bo _ a de futebol e bo _ a de sabão se confundem. E ela pensa:

“ Já fui uma linda e co _ orida bo _ a de sabão! Era assim, linda, que eu me sentia...”

Vovó, acorde! – dizem os neti _ os.

E perguntam:

Você está so _ ando com o ama _ ã, vovozi _ a?



Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.



























domingo, 10 de abril de 2011

avaliações 2ºano

ESCOLA MUNICIPAL “IVETA MOREIRA NOVAIS”


AVALIAÇÃO MENSAL DE GEOGRAFIA

ALUNO(A)______________________________________ANO______

PROFESSORA_____________________________DATA___/____/2011

VALOR:8 PONTOS PONTOS OBTIDOS_________

CONTEÚDO: A ESCOLA Trabalho na escola; direitos e deveres dos funcionários da escola; direitos e deveres dos alunos; a comunidade escolar; o espaço da escola; o lugar da escola; educação, direito de todos;

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL: ___________________________________

1- Leia o texto e em seguida responda as questões:



A escola



Ir à escola é a atividade mais importante de uma criança fora de casa, porque a escola é um lugar muito especial.

Na escola estudamos, praticamos esportes, brincamos e convivemos com os colegas, os professores e os funcionários.

A escola funciona num prédio, que pode ser térreo ou ter dois ou mais andares.

Toda escola recebe um nome.

As divisões de uma escola chamam-se dependências. As dependências da escola são: salas de aula, diretoria, secretaria, cozinha, banheiros, etc.



a) Por que a escola é especial?



____________________________________________________________



b) Qual é o nome completo de sua escola?



____________________________________________________________



c) Quais são as dependências de uma escola?



____________________________________________________________

d) Minha escola fica localizada no Bairro

________________________



e) número ______________



2- Escreva o nome destas pessoas que trabalham na sua escola:



Diretor (a): _________________________________________________



Professor (a): _______________________________________________

Secretário (a): ______________________________________________



Servente: __________________________________________________



3-Na escola e, fora dela, devemos tratar as pessoas com educação. O que devemos dizer quando:



Chegamos a escola._____________________________________



Esbarramos em alguém sem querer.________________________





Recebemos alguma coisa de alguém ou uma pessoa nos faz um favor.



_________________________________________________________



Vamos embora?

________________________________________________________



3- Escreva V para verdadeiro e F para falso:



( ) Dentro da escola é preciso respeitar os colegas;

( ) Só os professores ensinam aos alunos;

( ) A escola é também um local de trabalho de algumas pessoas.

( ) Manter a escola limpa é obrigação de todos que estudam e trabalham nela.

4-Marque o que é VERDADEIRO:



( ) Na escola aprendemos coisas úteis.

( ) Todas as escolas são iguais.

( ) Toda escola tem um nome.

( ) A escola é muito importante para a nossa vida.

( ) Na escola nós praticamos esportes.

( ) Todas as escolas tem o mesmo nome.

5-Você acredita que é importante freqüentar uma escola?



__________________________________________________



6-Assinale o que precisamos fazer para manter o ambiente de sua sala de aula agradável:



( ) Evitar fofocas entre os colegas;

( ) Guardar os objetos e cumprir as tarefas;

( ) Manter as janelas fechadas e na penumbra;

( ) Jogar papéis no chão;

( ) Respeitar os colegas e professores;

( ) Prestar atenção às aulas;

( ) Manter o ambiente limpo.



4- Desenhe:



a) Sua sala de aula e o espaço que você ocupa nela.























b) O colegas que você mais gosta.9escreva também o nome.















Ei! Tenha calma e atenção. Faça as questões com bastante carinho pois você é brilhante! Você é um(a) vencedor(a)! acredite!!!

ESCOLA MUNICIPAL “IVETA MOREIRA NOVAIS”

AVALIAÇÃO MENSAL DE PORTUIGUÊS

ALUNO(A)______________________________________ANO______

PROFESSORA_____________________________DATA___/____/2011

VALOR:8 PONTOS PONTOS OBTIDOS_________

CONTEÚDO: texto interpretação,classificação quanto ao numero de silabas,frases,separação silábica,seqüência alfabética,

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL: ___________________________________

O Homem que Amava Caixas

[de Stephen Michael King]

Era uma vez um homem

O homem tinha um filho

O filho amava o homem

e o homem amava caixas.

Caixas grandes

caixas redondas

caixas pequenas

caixas altas

todos os tipos de caixas!

O homem tinha dificuldade em dizer ao filho que o amava;

então, com suas caixas, ele começou a construir coisas para seu filho.

Ele era perito em fazer castelos

e seus aviões sempre voavam...

a não ser, claro, que chovesse.

As caixas apareciam de repente, quando os amigos chegavam, e, nessas caixas, eles brincavam...e brincavam...

e brincavam.

A maioria das pessoas achava que o homem era muito estranho.

Os velhos apontavam para ele.

As velhas olhavam zangadas para ele.

Seus vizinhos riam dele pelas costas.

Mas nada disso preocupava o homem,

porque ele sabia que tinham encontrado uma maneira especial de compartilharem...

o amor de um pelo outro.







1- de acordo com o texto responda as questões seguintes: 2,0

A-Quem são os personagens da história?

__________________________________________________



B-como eram as caixas que aparecem no texto?

___________________________________________________________



C-Qual era a maior dificuldade do homem?

_____________________________________________________________



D-o que o homem fazia com as caixas?



______________________________________________________



2-Retire do texto 3 palavras 1,0



Monossílabas_____________________________________________



Dissílabas _______________________________________________



Trissílabas _______________________________________________



polissílabas_______________________________________________



3-forme uma frase com as palavras CAIXA-HOMEM-AMOR-FILHO 1,0

ATENÇÃO 1 FRASE APENAS



________________________________________________________







4-ilustre o texto 1,0













































ESCOLA MUNICIPAL “IVETA MOREIRA NOVAIS”

AVALIAÇÃO MENSAL DE MATEMÁTICA

ALUNO(A)______________________________________ANO______

PROFESSORA_____________________________DATA___/____/2011

VALOR:8 PONTOS PONTOS OBTIDOS_________

CONTEÚDO: seqüência numérica,escrita numérica,probleminha de adição e subtração,gráficos e tabelas

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL: ___________________________________



1-Complete a seqüência numérica.



301 303 306 310

311 315 318

322 327 340

344 349



450 454





480 489







2-Escreva em numerais:



A-Duzentos e vinte e oito__________________

B-Quinhentos e treze______________________

C-Trezentos e setenta e oito________________

D-Setecentos e quarenta e dois_____________





3- Resolva as operações;



235 354 845 215

+126 +237 +173 + 487





4-Observe a tabela e responda



uma professora fez uma pesquisa com seus alunos.

ela perguntou:



de qual personagem das histórias do sitio do Pica Pau Amarelo você gosta mais?



com as respostas dadas ela fez uma tabela.



personagem total de votos

Saci 7

Cuca 6

Emilia 8

Narizinho 5

Pedrinho 9

A) pinte o número de quadradinhos conforme o total de votos de cada personagem.

Saci cuca Emilia Narizinho Pedrinho

































































































































b)qual personagem teve mais votos?______________.



c)qual personagem teve menos votos?_____________.



d) escreva os nomes dos personagens na ordem do mais votado ao menos



votado. _________,_________,_________,___________,________¬__.



e)Quantas crianças foram entrevistadas?_________________





5-Probleminhas:





A)Mamãe gastou 120 novelos de lã para fazer uma blusa. Quantos novelos gastará para fazer duas blusas iguais a esta?















B)Minha tia fez 60 doces para a festa dela. Comeram 49 doces. Quantos sobraram?























6-Márcia, Bia, Edu e Leo foram ao zoológico. Cada um deles aparece com os animais de que mais gostaram:































































7-Escreva por extenso



125_______________________________________________



458_______________________________________________



654_______________________________________________



108_______________________________________________



Boa prova!!!



ESCOLA MUNICIPAL “IVETA MOREIRA NOVAIS”

AVALIAÇÃO MENSAL DE CIÊNCIAS

ALUNO(A)______________________________________ANO______

PROFESSORA_____________________________DATA___/____/2011

VALOR:8 PONTOS PONTOS OBTIDOS_________

CONTEÚDO:HEGIENE CORPORAL E SAUDE

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL: ___________________________________





Era uma vez dentinhos de leite que sofriam muito com o ataque das bactérias depois de cada refeição.

isso porque o garoto, dono da boca onde os dentinhos moravam, sempre esquecia de escovar os dentes.

não tinha para ninguém:

as bactérias vinham com tudo, ajudadas pelos restos de alimentos que ficavam entre os dentes, dando a maior força para as cáries.- socoooorro!!!!

ouvindo o chamado desesperado dos dentinhos, a pasta de dente pulou em cima da escova e gritou ainda mais alto: lá vamos nóóóóós!

e voaram para a boca para socorrer os chorões.

pulando corda, veio a fita dental.

enfiou-se entre os dentes, dando um “chega para lá” nos restinhos de comida.

quem nos ajuda?

pasta de dente, escova, fio ou fita dental:

esse é o batalhão da higiene bucal em ação, em mais uma missão diária importante.

eles fizeram seu trabalho, expulsaram as bactérias e evitaram, mais uma vez, que os dentes fossem atacados. fim.



2-Responda as questões de acordo com o texto:



A-O que atacava os dentinhos



___________________________________________________



B-porque o ataque acontecia?



___________________________________________________





C-quem combateu as bactérias?



___________________________________________________



D-quem fazia parte do batalhão da higiene bucal?



___________________________________________________



3- Higiene pessoal



A higiene pessoal auxilia no combate aos inúmeros microorganismos que podem se instalar no corpo humano. Isso porque a sujeira cria condições para proliferação de fungos e bactérias, que podem causar sérios riscos à saúde.

Observe alguns cuidados básicos de higiene pessoal:

• Tomar banho todos os dias;

• Usar fio dental e escovar os dentes após as refeições;

• Lavar as mãos antes das refeições e após usar o banheiro;

• Manter unhas cortadas e cabelos limpos;

• Trocar as roupas todos os dias;

• Manter os calçados limpos.



Para responder:



1) Quais os problemas causados pela falta de higiene pessoal você conhece?

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



2) Quais os problemas causados pela falta de higiene no ambiente?

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



3-Em que auxilia a higiene pessoal?



______________________________________________________________________________________________________________________________

5- o que causa a sujeira?



_______________________________________________________________



_______________________________________________________________







6- faça uma lista de alguns produtos de limpeza que usamos em nosso dia a dia



___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________













































Bom trabalho!!!









quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


MÃE COM MEDO DE LAGARTIXA

Ana Maria Machado


Era uma vez uma mãe que tinha medo de lagartixa. No resto, era uma valente: ficava sozinha, cantava no escuro, tomava sopa quente.

Era mesmo corajosa: enfrentava barata, discutia com o chefe, tomava injeção toda prosa.

De bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito. Filho dela podia ter cachorro, gato, coelho, periquito, curió, canário, porquinho-da-índia. Nem que fosse tudo ao mesmo tempo, ela não se incomodava, até animava, mais ainda inventava.

Peixe e jabuti, também ela deixava como ninguém. E tinha aquário redondo com peixe vermelho e tinha varanda vermelha com jabuti redondo.

Se os filhos descobrissem macaco de asa, ela era capaz de deixar em casa.

Se para uma vaca encontrassem lugar, não ia ser ela quem ia atrapalhar.

Mas sapo? Minhoca? Perereca? Camaleão? Nem queria saber. Disfarçava e ia se esconder. Os filhos explicavam:

- Mamãe, que é que tem? Um bicho tão bonzinho, não faz nada, olha aí!

Ela olhava. Mas não gostava.

E aqueles lagartinhos nas pedras-do-sol?

- Um bichinho à toa, mãe deixa de ser boba!

Mas aí ela era boba. Tão boba que no caminho da praia, pelo meio do matinho ia pisando forte e falando alto, fazendo barulho só para assustar os lagartinhos – que saiam correndo, morrendo de medo de uma mulher tão grande e barulhenta.

Mas o medo maior era o que a mãe tinha de lagartixa.



Responda:

1 – Qual era o maior medo da mãe?

2 – Você tem medo de alguma coisa? De quê?

3 – E sua mãe? Ela tem medo de quê?

4 – Quais os bichos que aparecem no texto?

5 – Escreva os nomes dos bichos que a mãe deixava ter em casa, mas que não eram comum ter.

6 – Numere os parágrafos do texto.

7 – Você gostou da leitura? Por quê?


PORTUGUÊS 4ºANO

TEXTO: A HERANÇA DA CRIANÇA

Vejam o que o homem deixará para nós: uma bola.

Mas a bola está velha, está suja,

Está murchando, está morrendo.

Ele a fez com concreto e cimento.

Sem amor, sem sentimento.

A bola está perdida num espaço sem fim.

Sem rumo ou destino.

Teremos que

limpá-la

renová-la

revivê-la.

Teremos de enchê-la de novo

Não com concreto e cimento.

Mas com amor e sentimento.

Daremos a ela um novo rumo e um novo destino.

A bola será o brinquedo de todas as pessoas.

Homens, mulheres, velhos e crianças.

Faremos isso ou então:

A herança deixada por nós

Será um grande vazio na escuridão.



Paulo César de Oliveira


Responda de acordo com o poema:

1-– O que o homem deixará para nós?

_________¬___________________________________________________________________________

2 – De que ela foi construída?

_________¬___________________________________________________________________________

3 – O que representa esta bola de que fala o poema?

_________¬___________________________________________________________________________

4 – Como “ela” está?

_________¬___________________________________________________________________________

5 – Para quem ela servirá, então?

_________¬___________________________________________________________________________

6 – Você acha certo o que nós os humanos estamos fazendo com o planeta?

_________¬___________________________________________________________________________

7 – O que teremos que fazer para mudar esta situação?

_________¬___________________________________________________________________________

8 – Desenhe a bola do poema usando as cores que acha que ela tem hoje.


NASCE O HERÓI


Numa manhã de sol do dia 26 de setembro do ano de mil novecentos e não sei quanto, nasceu em Bengala, na Índia, um lindo elefantezinho. Era bebê gorducho e lustroso, muito engraçadinho.

O velho Crocodilo sem dentes que morava na lagoa viu o recém-nascido e disse baixinho: “Que petisco gostoso para o meu jantar”... E ficou lambendo os beiços. A Naja, que é uma cobra muito venenosa, olhou para a barriga roliça do elefantezinho e disse: “Que carninha macia para uma mordida!” E botou para fora a sua língua de forquilha.

Todos os bichos da mata vieram olhar o elefante que acabava de nascer. Chegavam com presentes.

O tigre trouxe a sua Ferocidade. Mas os pais do elefantezinho disseram:

- Obrigado, compadre Tigre, mas não aceitamos o seu presente. Queremos que nosso filhinho seja manso e bom.

O Tigre foi embora, furioso da vida.

O Leopardo veio e ofereceu a sua Agilidade.

- Muito obrigado, compadre Leopardo – disseram os pais da criança – Não aceitamos o seu presente. Queremos que o nosso presente seja pesado mesmo como os de sua raça.

O Leopardo foi embora resmungando.

O Macaco trouxe as suas Graçolas. Mas o casal de elefantes lhe disse:

- Nós lhe agradecemos muito o presente, compadre Macaco. Mas não aceitamos. Queremos que o nosso menino seja sério e comportado.

O Macaco saiu, soltando gostosas gargalhadas.

O Rinoceronte trouxe como presente a sua Força Cega.

Os pais do elefantezinho recusaram o mimo, porque queriam que a criança fosse calma e tivesse olhos que tudo enxergam.

Veio a Ovelha e trouxe a sua Lã.

- Obrigado, comadre Ovelha, mas não aceitamos o seu presente, porque nosso filho deve ser pelado com os de sua raça.

A Ovelha foi embora dando pinotes de raiva.

Veio a Hiena com sua Traição.

- É um presente horrível – disseram os pais do recém-nascido. – Leve-o de volta. Nós queremos que o nosso rapaz seja um bom amigo.

A Hiena saiu bufando de ódio.

O Crocodilo trouxe a sua velha Sabedoria.

- Obrigado, compadre Crocodilo – disseram os pais do menino.

- A Sabedoria dos Elefantes é tão velha como a dos Crocodilos. E, depois, o senhor sabe muita história feia, muita história má...

O Crocodilo saiu, sacudindo o rabo de tão brabo.

O Lobo trouxe a sua Desconfiança.

- Não aceitamos a sua Desconfiança, compadre Lobo – disseram os pais do recém-nascido. – Queremos que nosso filho tenha fé: nunca desconfie dos bichos, nem dos homens.

A Cobra trouxe o seu Veneno. Os pais do menino gritaram:

- Vá embora, já, já! Nosso filho não terá veneno nem no corpo, nem na alma, nem nos dentes e nem na tromba.

Quando todos os bichos se retiraram, pai Elefante olhou para a mulher e lhe disse:

- Nosso filho há de ser um elefante como eu, como tu, como nossos pais, como nossos avós, como os avós de nossos bisavós.

Depois ficaram sem dizer nada, abraçaram-se e começaram a chorar de alegria.



Érico Veríssimo – A vida do Elefante Basílio


1 – Responda:

) Qual é o título do texto?

b) Quem é o autor do texto e de onde este foi retirado?


2 – Observe alguns presentes oferecidos pelos bichos que foram visitar o pequeno elefante. A seguir, associe corretamente o significado de cada presente àquilo que ele expressa:


1 – ferocidade ( ) Qualidade de quem ou do que é ágil, ligeiro, rápido.

2 – graçolas ( ) Falta de confiança, suspeita.

3 – desconfiança ( ) Qualidade de quem ou do que é feroz, selvagem, cruel.

4 – sabedoria ( ) Gracejos, brincadeiras.

5 – agilidade ( ) Propensão a encontrar mal em tudo, maldade.

6 – traição ( ) Grande quantidade de conhecimentos, saber.

7 – malícia ( ) Ação ou efeito de trair, deslealdade.


3 – Complete com duas palavras da mesma família:


a) envenenado _________________________ - _________________________

b) malicioso ___________________________ - _________________________

c) sabedoria __________________________ - __________________________

d) trair _______________________________ - __________________________


4 – Associe os animais que foram visitar o elefantezinho aos presentes que trouxeram:

1 – Tigre ( ) Lã

2 – Leopardo ( ) Velha Sabedoria

3 – Maçado ( ) Traição

4 – Rinoceronte ( ) Ferocidade

5 – Ovelha ( ) Malícia

6 – Hiena ( ) Desconfiança

7 – Crocodilo ( ) Veneno

8 – Lobo ( ) Força Cega

9 – Urso ( ) Agilidade

10 – Cobra ( ) Graçolas

5– O texto “NASCE O HERÓI” pode ser dividido em três partes. Escreva um título para cada uma delas:


1ª Parte: O elefantezinho nasce e é observado por alguns olhares perigosos.


2ª Parte: Os animais da mata vêm visitá-lo e presenteá-lo.

3ªParte: A família, sozinha, sente-se feliz.

6 – Releia o trecho do texto e responda às perguntas:

“O velho Crocodilo sem dentes que morava na lagoa viu o recém-nascido e disse baixinho: “Que petisco gostoso para o meu jantar” ... E ficou lambendo os beiços”.

a) O Crocodilo poderia atacar e devorar o recém-nascido. Por quê?

b) O que lhe restou fazer?


7 – Assinale a alternativa correta:

a) O Crocodilo e a Cobra foram visitar o elefantezinho e levar-lhe um presente. Essa atitude revela:

( ) Uma amizade sincera e o desejo de homenagear o recém-nascido.

( ) Uma grande falsidade, pois na verdade suas intenções eram de devorá-lo e mordê-lo.


b) No texto, os nomes dos animais e seus presentes aparecem escritos com letra maiúscula porque:

( ) São nomes de animais.

( ) Cada animal representa todos os animais de sua espécie; e cada presente que ele dá é uma característica não só dele, mas de toda sua espécie.



c) Os pais do elefantezinho recusaram os presentes dos animais da floresta porque:

( ) Os presentes representavam características que não eram próprias dos elefantes e eles queriam que o filho fosse igual a todos os elefantes.

( ) Haviam brigado com esses animais e não gostavam de presentes.

8- Ao recusar cada presente, os pais do elefante diziam como eles queriam que o filho fosse. Escreva as características que os pais desejavam encontrar no filho.

9 – Ordene as palavras e expressões de modo a formar 5 frases que destaquem as ações praticadas pelos personagens:


O REIZINHO MANDÃO

Eu vou contar pra vocês uma história que o meu avô sempre contava.

Ele dizia que esta história aconteceu há muitos e muitos anos, num lugar muito longe daqui. Neste lugar tinha rei, daqueles que tem nas histórias. Da barba branca batendo no peito, de capa vermelha batendo no pé. Como este rei era rei da história, era um rei muito bonzinho, muito justo... E tudo o que ele fazia era para o bem do povo.

Vai que este rei morreu porque estava muito velhinho, e o príncipe, filho do rei, virou rei daquele lugar. O príncipe era um sujeitinho muito mal-educado, mimado, destes que as mães deles fazem todas as vontades, e eles ficam penando que são os donos do mundo.

Eu tenho uma porção de amigos assim. Querem mandar nas brincadeiras. Querem que a gente faça tudo o que eles gostam... Quando a gente quer brincar de outra coisa ficam logo zangados. Vão logo dizendo: “Não brinco mais!” E quando as mães deles vêm ver o que aconteceu se atiram no chão e ficam roxinhos, esperneiam e tudo. Então as mães ficam achando que a gente está maltratando o filhinho delas.

Então como eu estava contando, o tal príncipe ficou sendo rei daquele país. Precisava ver que reizinho chato que ele ficou! Mandão, teimoso, implicante, xereta! Ele era tão xereta, tão mandão que queria mandar em tudo o que acontecia no reino.

Quando eu digo tudo, era tudo mesmo!

A diversão do reizinho era fazer leis e mais leis. E as leis que ele fazia eram as mais absurdas do mundo. Olhem só esta lei: “Fica terminantemente proibido cortar a unha do dedão do pé direito em noite de lua cheia!” Agora, por que é que o reizinho queria mandar no dedão das pessoas, isso ninguém jamais vai saber.

Outra lei que ele fez: É proibido dormir de gorro na primeira quarta-feira do mês.

Agora, por que é que ele inventou essas tolices, isso ninguém sabia. Eu tenho a impressão de que era mesmo mania de mandar em tudo.

Ruth Rocha

ATIVIDADES

1 – Consulte no dicionário e escreva o significado das seguintes palavras:


a) esperneiam b) implicante c) impressão d) mimado e) tolices

2 – Responda as perguntas abaixo de acordo com o texto:

a) Como era o pai do reizinho mandão?


b) Por que o rei morreu?

c) Como era o príncipe?


d) O que as crianças mimadas fazem quando suas mães vêm ver o que aconteceu com elas?


e) Qual era a diversão do reizinho?


f) Quais foram as leis absurdas que o reizinho fez?


3 – Marque um (x) nas frases que estão de acordo com o texto:

a) ( ) O reizinho tinha mania de querer mandar em tudo.

b) ( ) O príncipe era velho e usava uma capa vermelha.

c) ( ) Algumas crianças têm mania de querer mandar nas brincadeiras.

d) ( ) O reizinho não gostava de ser mandão.


4 – Enumere as frases na ordem dos acontecimentos do texto:

a) ( ) A diversão do reizinho era fazer leis.

b) ( ) O príncipe passou a ser rei.

c) ( ) O reizinho queria mandar até no dedão das pessoas.

d) ( ) O rei morreu porque era muito velhinho.



5 – Escreva uma frase resumindo o assunto do texto.


6 – Reescreva as frases substituindo as palavras sublinhadas por outra do mesmo sentido:

a) O povo fica irritado quando as leis não são cumpridas.


b) O reizinho mandão era muito agradado pelos pais e acabou ficando uma pessoa mimada, intrometida.

c) Matheus deitou e agitou as pernas quando seus amigos não quiseram brincar do que ele queria.


a) O cão pegou o ladrão.


b) Os alunos comeram frutas no recreio.

c) A criança escova os dentes após as refeições.


A ESCOLA DE TRISTELÃNDIA


Tristelândia era uma cidade triste. O prefeito chamava-se Zé Amargura e passava o dia inteiro vigiando as pessoas para não deixá-las sorrir.

Sua maior amiga, a professora da Escola Pública, chamava-se Maria das Lágrimas. Era a professora certa para Tristelândia. Sabia de tudo sobre tempestade, enchentes, vendavais, terremotos, furacões, guerras, doenças e fome. Uma catástrofe ambulante.

Lucinha das Dores era sua aluna mais adiantada. Não que fosse inteligente, aplicada. Mas porque nas provas chorava melhor que as colegas.

Tristelândia de tão triste ficava afastada das outras cidades. Ninguém ia lá, ninguém saía de lá. Uma única vez uma moradora de Tristelândia foi ate a cidade mais próxima: Felizlândia. Foi a professora Maria das Lágrimas.

Zulmira Alegria, a professora de Felizlândia, havia sofrido um acesso de riso e não conseguiu dar as provas finais para seus alunos, os alunos da Escola da Felicidade. O governador então pediu a Maria das Lágrimas para ir até Felizlândia. Maria foi, deu bomba na turma quase toda e voltou mais triste ainda.

- Um absurdo! – disse mais tarde. – Os alunos da Escola da Felicidade não sabem chorar! – E continuou, chorando:

- Felizlândia é uma cidade que sorri. O prefeito brinca de roda com as crianças, os passarinhos comem alpiste na mão dos meninos. Os cachorros não brigam com os gatos. Um absurdo!



Henri Correia de Araújo. Dr. Gargalhada, o distribuidor de sorrisos.


VOCABULÁRIO

Absurdo: contrário do normal, anormal

Acesso: 1. reação do corpo que não se consegue controlar.

2. ingresso, passagem, entrada.

Alpiste: grão que serve de alimento aos pássaros.

Ambulante: andarilho, que não pára em lugar algum.

Catástrofe: acontecimento de conseqüências terríveis.

Catástrofe ambulante: pessoa que propaga (espalha) desgraças.

Enchentes: inundações.

Terremotos: abalos de terra.

Vendavais: ventos fortes que indicam tempestade.

Vigiando: cuidando, observando com atenção.





AMPLIANDO AS IDÉIAS


1 – Complete as frases com as palavras do quadro:


a) O trabalho do vendedor ________________________ é bater de casa em casa e oferecer os seus produtos.

b) Os passarinhos gostam muito de ________________________.

c) A função do guarda-noturno é ficar ________________________ as casas.

d) O _______________________ do Paraná viajou ao Japão.


2– Associe o elemento da natureza ao fenômeno correspondente:


Chuva vendaval

Vento enchente

Terra furacão

terremoto


3 – Faça o que se pede:

a) Observe as frases a seguir:

- Zulmira Alegria, a professora de Felizlândia, havia sofrido um acesso de riso.

- Aquela porta dá acesso aos arquivos da escola.



b) Agora responda:

- Qual o significado de acesso na primeira frase?

- Qual o significado de acesso na segunda frase?



c) Sublinhe as opções que apresentam tipos de acesso que o seu corpo já teve:

ACESSO DE RISO ACESSO DE CHORO ACESSO DE TOSSE


ACESSO DE RAIVA ACESSO DE ESPIRROS

d) Crie uma frase com o segundo significado da palavra acesso.


4– Leia a frase, depois faça o que se pede:


Maria foi, deu bomba na turma e voltou mais triste ainda.

A) Explique a expressão “deu bomba na turma”.


b) Reescreva a frase, substituindo a expressão por suas próprias palavras.

5 – Complete as frases abaixo com o sinônimo das palavras entre parênteses. Se necessário, consulte o dicionário:


a) Tristelândia era uma cidade _______________________ (triste).

b) A professora Maria das Lágrimas era uma ____________________________

(catástrofe ambulante)


c) Tristelândia de tão triste ficava _______________________ das outras cidades. (afastada)

d) Os alunos da Escola da Felicidade não sabem ________________________

(chorar).
e) Os cachorros não ______________________ com os gatos. (brigam)


f) Isso é _______________________. (absurdo)

6 – Observe e leia o que os nomes em destaque indicam. Depois, faça o que se pede:


Tristelândia – terra da tristeza

Felizlândia – terra da felicidade

Disneylândia – terra da Disney



Você notou que a terminação lândia pode indicar terra.

a) Agora, escreva nomes para a terra:

- dos brinquedos: _______________________________

- do cinema: ___________________________________

- dos patos: ____________________________________


Patópolis – cidade dos patos

Petrópolis – cidade do Pedro

Carlópolis – cidade de Carlos


Você notou que a terminação polis indica cidade.

b) Escreva o que os nomes abaixo indicam:

- Florianópolis: _____________________________

- Teresópolis: ______________________________

- Indianópolis: ______________________________


7 – Escreva o nome dos personagens, que moram em Tristelândia, ao lado de sua ocupação:


Prefeito: _______________________________________

Professora: _____________________________________

Estudante: ______________________________________


8 – Cada morador de Tristelândia agia de maneira a tornar a cidade mais triste. Nesse sentido, o que fazia:

a) Zé Amargura? __________________________________________________

b) Maria das Lágrimas? _____________________________________________


9 – Responda de acordo com o texto:

a) Que tipo de aluno era considerado adiantado em Tristelândia?

b) Por que Zulmira Alegria não conseguiu dar as provas finais para seus alunos?

c) O que Maria das Lágrimas considerou ser um absurdo na Escola da Felicidade?

10 – Cada nome das pessoas de Tristelândia lembra tristeza; e de Felizlândia lembra felicidade. Crie nomes de moradores para cada uma das cidades abaixo:


Brigalândia: _________________________________________________________

Amigolândia: ________________________________________________________



11 – Leia a frase e depois, responda usando sua imaginação:


Lucinha das Dores era a aluna mais adiantada de Tristelândia. Não que fosse inteligente, aplicada. Mas porque nas provas chorava mais que as colegas.

a) Dessa forma, como se chamaria, como seria e o que faria o aluno mais adiantado de Brigalândia?

 E o de Amigolândia?


quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

DITADO DIVERTIDO

MANEIRAS DIVERTIDAS DE TREINAR  DITADO

O ditado é o meio de que o professor pode lançar mão para medir o automatismo das palavras.

O objetivo do ditado deve ser para fixar conhecimentos, descobrir dificuldades não dominadas pelos alunos.

Para medir o automatismo das palavras treinadas, o professor poderá utilizar-se das seguintes atividades:

• Iniciar dando o ditado com consulta, para que o aluno possa verificar a grafia correta da palavra (se, a criança tiver alguma dúvida).

• Ler antes o ditado com voz pausada, pronunciando bem as palavras.

• Reler sempre o ditado dando oportunidade para o aluno corrigir erros.

• Colocar as fichas com as palavras no quadro, para os alunos fazerem a correção ou então escrever as palavras no quadro.

• A correção poderá ser também feita pelos colegas, trocando os cadernos, ou pelo próprio aluno.

Tipos de palavras a serem treinadas:

• Palavras que os alunos errarem nas produções de textos, nos exercícios de classe.

• Vocabulário do livro básico.

• Vocabulário novo de outros conteúdos (Geografia, História, Ciências, etc.).



SUGESTÕES DE TIPOS DE DITADOS

O professor deverá utilizar-se de meios mais atrativos, em vez de Cópias monótonas das palavras que as crianças têm mais dificuldades em escrever.

Para isso, deverá utilizar-se dos seguintes meios:


1- Jogos - Colocar as palavras que precisam ser treinadas em Caça-Palavras, Palavras Cruzadas, Bingos, Jogos da Memória.


 - Dicionário - Pedir que procurem no dicionário as palavras a serem treinadas:

3 - Texto lacunado - O professor apresenta atividades com lacunas,para os alunos completarem.

Exemplo:


Ana foi ao circo.

Ela viu um _______________________e um ___________________________.

Ana ficou com tanto ________________________.

Que saiu correndo.


4 - Ditado cruzado - O professor elabora palavras cruzadas com as palavras que necessitam ser treinadas.


C A M P O

T E M P O

T A M P A

L E M B R A N Ç A


5 - Aluno x aluno

- Cada aluno faz a sua lista de palavras e depois dita para o colega do lado.

- Depois,trocam os ditados e cada um corrige o ditado do outro.

- O professor supervisiona depois.



6 - Ditado escreva e apague

O professor escreve uma palavra no quadro. Os alunos observam e lêem. Em seguida, o professor apaga a palavra e os alunos escrevem. Os alunos fazem a auto-correção quando a palavra é escrita novamente no quadro.



7 - Ditado com gravuras

- Apresentar aos alunos uma série de gravuras com a mesma dificuldade.



COELHO ABELHA FOLHA

- Explorar bem as gravuras, e pedir que as crianças coloquem a ficha debaixo de cada gravura (as fichas com as palavras serão feitas pelo professor).

- Pedir que separem as palavras em sílabas.

- Pedir que formem frases com as palavras.



8 - Bingo - Fazer o jogo do Bingo com as palavras a serem treinadas.


Exemplo:

cebola mocinho centavo centro

cinema cenoura cena centro

cinto cem oncinha concerto

- o professor vai dizendo as palavras e os alunos irão marcando com tampinhas ou sementes.


9 - Ditado em grupo

- Cada grupo escolhe um colega para ditar as palavras.

- As palavras são previamente escolhidas.

- Depois, as crianças comparam seus ditados,procurando chegar à grafia correta, fazendo análises, comparações, consultas ao dicionário, apresentando o resultado depois para o grupo.


10 - Ditado visual


- O professor mostra fichas com desenhos ou gravuras de revistas com os nomes escritos atrás. Os alunos escrevem o que foi mostrado.

- Depois o professor vira a ficha, mostrando a palavra escrita e as crianças fazem a correção.


11 - Auto-ditado

- A criança mesma escreve as palavras e depois corrige em dupla com o colega.

12 - Jogo Ortográfico



- Entregar a cada grupo de 5 crianças uma sílaba. para que escrevam o maior número possível de palavras com aquela sílaba.

- Será o vencedor o grupo que conseguir escrever o maior número de palavras.



13 - Construção de frases



- Pedir que as crianças construam frase com as palavras que precisam ser treinadas.

14 - Objetos

- O professor mostra objetos ao vivo ou em gravuras sem falar o nome. As crianças escrevem os nomes.

15 - Listagem

- Pedir que os alunos façam listas de frutas, animais, verduras, alimentos, materiais de limpeza, etc.

- Depois, os alunos conferem para ver quem escreveu mais palavras.

16 - Adivinhações


- Dar várias "pistas" para as crianças descobrirem:

"Ele é peludo, gosta de comer ratos. Quem é?.."


17 - Jogo da memória

- Mostrar 5 ou 6 fichas com palavras ou desenhos.

- Depois,os alunos escrevem no caderno.


18 - Dominó

- Fazer fichas com desenhos e palavras.


19 - Trabalhando com sílabas


- Pedir que as crianças separem as palavras em sílabas, completem palavras que faltem sílabas, formar palavras com determinada sílaba.


20 - Ditado em colunas


- O professor entrega aos alunos uma folha com várias palavras escritas em colunas.

- O professor dita a palavra e os alunos riscam na lista a palavra ditada.

- As palavras são ditadas coluna por coluna.


21 - Ditado gráfico

- Distribuir uma folha de papel ofício para cada aluno.

- O professor vai dando as ordens, dizendo somente uma vez, sem repetir:



• Desenhar no meio da folha um quadrado grande.

• Em cima deste quadrado, desenhe uma mola.

• Em cima desta mola, desenhe um círculo como se fosse uma cabeça.

• De cada lado do círculo, desenhe orelhas de elefante.

• No lugar do nariz, desenhe uma lâmpada.

• No lugar da boca, desenhe o que você quiser.

• No lugar dos olhos, desenhe duas bananas.

• No lugar dos braços, desenhe dois retângulos, e os dedos são 5 penas.

• Uma perna é uma roda de bicicleta e a outra é um pé de galinha.

• Dê um nome bem maluco para este robô que você criou.



22 - Conceito



- O professor dá dicas e os alunos escrevem a palavra.

Exemplo:

- Escreva o nome de um animal mamífero que voa.

- Escreva o nome de um animal que tem penas e bota ovo.

- Escreva o nome do objeto onde sentamos.

- Escreva o nome de uma coisa bem azeda.

visitas

Deus

OLHOS DO PAI




Lindos e Fofos Cartões
www.cartooes.com