lembrancinha-mãe

lembrancinha-mãe

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


MÃE COM MEDO DE LAGARTIXA

Ana Maria Machado


Era uma vez uma mãe que tinha medo de lagartixa. No resto, era uma valente: ficava sozinha, cantava no escuro, tomava sopa quente.

Era mesmo corajosa: enfrentava barata, discutia com o chefe, tomava injeção toda prosa.

De bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito. Filho dela podia ter cachorro, gato, coelho, periquito, curió, canário, porquinho-da-índia. Nem que fosse tudo ao mesmo tempo, ela não se incomodava, até animava, mais ainda inventava.

Peixe e jabuti, também ela deixava como ninguém. E tinha aquário redondo com peixe vermelho e tinha varanda vermelha com jabuti redondo.

Se os filhos descobrissem macaco de asa, ela era capaz de deixar em casa.

Se para uma vaca encontrassem lugar, não ia ser ela quem ia atrapalhar.

Mas sapo? Minhoca? Perereca? Camaleão? Nem queria saber. Disfarçava e ia se esconder. Os filhos explicavam:

- Mamãe, que é que tem? Um bicho tão bonzinho, não faz nada, olha aí!

Ela olhava. Mas não gostava.

E aqueles lagartinhos nas pedras-do-sol?

- Um bichinho à toa, mãe deixa de ser boba!

Mas aí ela era boba. Tão boba que no caminho da praia, pelo meio do matinho ia pisando forte e falando alto, fazendo barulho só para assustar os lagartinhos – que saiam correndo, morrendo de medo de uma mulher tão grande e barulhenta.

Mas o medo maior era o que a mãe tinha de lagartixa.



Responda:

1 – Qual era o maior medo da mãe?

2 – Você tem medo de alguma coisa? De quê?

3 – E sua mãe? Ela tem medo de quê?

4 – Quais os bichos que aparecem no texto?

5 – Escreva os nomes dos bichos que a mãe deixava ter em casa, mas que não eram comum ter.

6 – Numere os parágrafos do texto.

7 – Você gostou da leitura? Por quê?


Um comentário:

visitas

Deus

OLHOS DO PAI




Lindos e Fofos Cartões
www.cartooes.com