lembrancinha-mãe

lembrancinha-mãe

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Texto com interpretação 2º ano



História de barata




Sou uma barata. É isso mesmo que vocês escutaram. Uma ba-ra-ta!

Pobre de mim! Escura, cascuda, duas antenas que mais parecem chifres, sou mesmo horrorosa. O bicho mais detestado do mundo. Vão me vendo e botando o pé. Querendo matar, esfacelar.

_ Oh! Uma barata! Mata, mata essa nojenta!

A nojenta, é claro, sou eu. A rejeitada. Sem nunca ´ter feito mal a ninguém. Só porque nasci feia e sem graça nenhuma. Não é a toa que vivo pelos cantos, sempre correndo. Morrendo de medo daquele homem que vai dar uma vassourada. Isso quando ela não desmaia antes, de HORROR!

Maria do Carmo Brandão. Barata tonta,

Belo Horizonte, Editora RHJ, 1987



1-O título do texto é:

ano?


4-Reescreva a frase trocando as palavras grifadas por outras de mesmo significado.



a-Vão me vendo e botando o pé. Querendo matar, esfacelar.



5-Quem narra a história do texto?



6-Em que pessoa do singular está o texto?



7-Grife os pronomes no texto.



8-Substitua a palavra grifada por um pronome.

a)A barata é um bicho nojento.



b)Eu e você escutamos o barulho da barata.



9-O texto fala de um animal que é:

( ) vertebrado. ( ) invertebrado.



10-“ Pobre de mim! Escura ,cascuda...” Quem disse esta frase?



11-Do que a barata vive morrendo de medo?



12-Você concorda com a frase do texto:

“ O bicho mais detestado do mundo.” Justifique sua resposta.



13- Você tem medo de barata? Explique.







A Paca Bete



A paca Bete achou uma caixa de papelão, debaixo da parreira.

Pegou a caixa e levou para perto da bicharada, na floresta.

O sapo Papudo puxou a tampa e deu um pulo, para trás.

Dentro havia borboletas multicores que voaram para o ar.

A paca Bete ficou desapontada, porque pensou que tinha achado um tesouro.

Graça Batituci



1-No texto que você acabou de ler, qual é o nome:

-da paca:

-do sapo:



2-Represente através de desenho o que havia dentro da caixa.



3-O que fez o sapo Papudo?



4-Quem levou a caixa perto da bicharada:

( ) sapo Papudo. ( ) paca Bete.



5-A caixa foi levada para a bicharada;

( ) no lago. ( ) na floresta. ( ) no campo.



6-Procure no dicionário o significado de ;

-Parreira: - multicor:



7- Desapontada é o mesmo que:



8- Autora do texto é:



9-O texto que você leu é uma:

( ) história. ( ) piada. ( ) advinha. ( ) poesia.



10- qual o motivo que a paca, ficou desapontada?



11- Circule no texto as palavras com p e b e escreva no quadro:





B



P













12-Reescreva a frase trocando a palavra grifada por outra de mesmo significado.



Dentro havia borboletas multicores que voaram para o ar.



13-A caixa de papelão estava debaixo:



( ) da mangueira ( ) da parreira. ( ) da jabuticabeira.



14- Reescreva o 3

parágrafo iniciando assim:



Os...................



15- Você já ficou desapontado (a) alguma vez ? qual foi o motivo?



16- No texto aparecem as palavras caixa, debaixo , puxou, escritas com x, escreva você outras palavras que tenha x.



17- Por que as palavras Bete e Papudo estão escritas com letras maiúsculas?

.........................................................



A onça e a raposa



Luciana M. M. passos. Adaptação do folclore.



A onça queria pegar a raposa. Por isso ela se fingiu de morta.

Os bichos vieram ver a onça morta.

A raposa veio também. Mas a raposa era muito esperta. Ela ficou de longe e disse bem alto:

_ Quem morre de verdade espirra três vezes!

Então a onça quis mostrar que estava morta mesmo. Ela fez assim:

_ Atchim! Atchim! Atchim!

A raposa deu uma risada e fugiu, rápida como um raio.



1-Escreva uma outra palavra que signifique o mesmo que:

-esperta: - rápida:



2-Reescreva o 7º parágrafo substituindo as palavras em destaque por outra de mesmo sentido.



3-Dê o antônimo das palavras grifadas.

A raposa descobriu que a onça estava morta e fugiu devagar.



4-Dê nomes para as personagens da história:



5-Explique o plano da onça para pegar a raposa.

6-Escreva o que a raposa disse:



7-Qual foi a reação da onça para provar que estava morta mesmo?



8-Por que a raposa fugiu?



9-Observe o 2º e 3º parágrafos do texto e responda:

Na sua opinião, o que aconteceu com os outros bichos? Justifique.



10-Pontue corretamente:



A onça perguntou à raposa



Por que você correu de mim



A raposa esperta respondeu



A senhora espirrou e eu tive medo de pegar gripe



Quem vai acreditar na resposta da raposa



11- Coloque o acento agudo ou circunflexo onde for necessário.



A raposa pegou o onibus para fugir mais depressa e foi parar na casa de sua avo.

A avo não estava e seu avo Raposão deu-lhe um copo de cha de hortelã para acalma-la.

A onça chateada subiu no pe de pessego para avista a raposa, mas esta ja estava longe.



12- Produção de texto.

Reescreva a história, “ A onça e a raposa” , como se você estivesse contando para alguém .

.................................................

Dez ajudantes



Certa vez, entrei na casinha de uma pobre mulher. Reparei que dentro do casebre estava tudo limpinho, bonito. As crianças estavam limpas, vestidas com asseio, o almoço pronto na mesa, e nem uma migalha à vista, tudo luzindo.

Perguntei-lhe:

_ Como é que a senhora consegue fazer tudo nesta casa?

_ E não haveria de conseguir? Pois se eu tenho dez ajudantes. Eles trabalham o dia inteiro, ajudam-se uns aos outros...

_ mas que ajudantes são esses?

_ Aqui estão eles!

Riu a boa mulher, e mostrou-me os dez dedos das suas mãos.

Antologia para 1ª série( tradução e adaptação

Tatiana Belinsky Gouveia).



1-Consulte o dicionário e crie um vocabulário.



Reparei:

Casebre:

Asseio:

Migalha:

Luzindo:

Ajudante:



2-Substitua as palavras grifadas por outras de mesmo sentido.



a- Reparei que estava tudo limpo.

b- Havia muito asseio no casebre.

c- Tudo estava luzindo.

d- Os dez ajudantes da mulher eram seus dedos.



3-A casa era :

( ) grande. ( ) enorme. ( ) minúscula.



4-Enumere a 1ª coluna de acordo com a 2ª.



( 1 ) As crianças estavam ( ) pronta na mesa.

( 2 ) o casebre estava ( ) brilhando.

( 3 ) O almoço estava ( ) limpinho.

( 4 ) Não se via ( ) limpas.

( 4 ) Tudo estava ( ) nem uma migalha.





A Porta



(Música: O cravo e a Rosa)



A porta fica aberta

para quem quiser passar.

Passa um professor,

um guarda e um doutor.



Também passa um vendedor,

conversando com o lavrador.

Eu passei pela porta aberta,

mas deixei fora o meu amor!



Um dia, uma ventania

a porta fechou.

E eu acabei sozinho,

sem o meu querido amor!



1.Copie palavras do texto acima de acordo com a indicação:



ar-er-or

no meio das palavras ar-er-or

no final das palavras



.....................................................



1. Leia, copie e destaque todas as palavras com lh:



UM COELHINHO BEM DIFERENTE



O coelhinho Bimbelho é bem diferente.

Tem um olho azul e outro vermelho.

Não é abelhudo, não é bisbilhoteiro,

mas é um coelhinho muito arteiro!

Ele é branco com uma pinta preta no joelho

e, por isso, vive a se olhar no espelho

Passa o dia a dar cambalhotas

com sua amiguinha, a ovelha Bolota.

Ele não é um barato? Esse é um coelho gozado!













O CACHORRO ZORRO



A coruja, o peru e a perereca, todos muito sapecas, resolveram assustar o cachorro que usava um gorro e se chamava Zorro.

Seu gorro era amarelo, rosa e roxo.

Fizeram uma careta numa abóbora e quando anoiteceu puseram a abóbora no muro.

Zorro veio numa corrida e bateu no muro a sua barriga.A abóbora pluft!!!caiu na sua cabeça. Ele ficou parecido com um fantasma.

_Socorro!_gritou o cachorro.

Quando ele correu de medo para junto dos arteiros, foi um berreiro lá no terreiro. A perereca pulou, a coruja voou e o peru, gago ficou.

_Ué!_falou o cachorro._Será que essa bicharada pirou ou do meu gorro não gostou?



1.Agora, copie as palavras sublinhadas, de acordo com o modelo:



a) r (inicial)}roda b) rr (duplo)}barriga c) r (brando)}coruja



........................................



1. Vamos brincar com os sons? Leia a história e copie as palavras com sílabas terminadas em al-el-il-ol-ul:



O REI SOL



Amanhecia. Começava o espetáculo matinal.

O Rei Sol acordou, espreguiçou e iluminou tudo, como um grande farol.

Logo pegou o jornal.

Ele gostava de ver as notícias da zona rural.

Pena que não era Carnaval!

Depois, olhou para o planeta Terra para ver se estava acontecendo alguma coisa especial.

Sabem o que ele viu?

Um caracol, todo atrapalhado, enroscado num anzol.

Uma cascavel comendo pastel de mel.

Um vegetal, muito legal.

Um menino, rolando dentro de um barril.

Soprado pelo vento, um lindo milharal balançava num quintal.









1. Vamos brincar com os sons das palavras? Leia a história e copie, separando em colunas, as palavras escritas com bl, cl, fl, gl, pl, tl:



Os Duendes Plic-Ploc e Plim-Plim



Os duendes Plic-Ploc e Plim-Plim moravam na floresta encantada com a fada Florisbela. Eles gostavam muito de crianças e achavam o planeta Terra lindo!

Um dia, foram surpreendidos com a visita de Glória, Gláucia e Clarabela.As meninas foram de bicicleta até a floresta para conversar com os duendes. Contaram para eles que Clarabela andava muito triste.

Elas usavam blusa de flanela e chapauzinho com flores coloridas.Eram lindas!

Plic-Ploc falou:

_Clarabela, não fique triste assim!

Com uma flauta e um clarim, os duendes cantaram:

Bis{Clarabela, minha bela como você é infeliz!}

Chame a fada Florisbela,

que você será feliz!

Bis{Floris-fada-Florisbela que é das flores a mais bela!}

(Música:Peixe vivo)

Quando a fada chegou com seu sorriso tão lindo, Clarabela sorriu também. Ela ganhou da fada um ramalhete de flores e começou a se sentir feliz de novo.

As três meninas foram embora sorrindo agradecidas.

A fada havia ensinado Clarabela a sonhar de novo.

...............................................



1. Leia os versos e copie as palavras com sílabas terminadas em s:



O PASTELEIRO



Nem todo japonês é pasteleiro

mas todo pasteleiro é japonês

fazendo garapa e pastel

à espera do freguês.



O pastel aparece na hora

estufa, surge do nada

surpresa quente e boa

junto à garapa gelada.



A família Yoshico

gosta de chás vesperais

quado não estão pastelando

fazem arranjos florais.





Um óleo amarelo e fino

escorre da escumadeira

todo mundo gosta

de comer pastel na feira!



(Anna Flora, Em volta do quarteirão.Rio de Janeiro, Salamandra, 1986).

....................................................



Sílabas terminadas em Z



1. Leia e copie as palavras terminadas em Z:



Valderez, a avestruz atriz



A avestruz Valderez, uma linda atriz,

passava seus dias muito infeliz.

Também, coitada, que nariz!

Cada vez que ela virava,

enroscava o nariz no chapéu do juiz.

Ficava feroz, gritava e perdia a voz.

Sabem o que fez, a coitada da Valderez?

Escondeu o nariz num capuz,

mas tropeçou numa cruz e caiu de bico

num enorme cuscuz.

Valderez, a avestruz, desistiu de ser atriz

e ficou vivendo muito feliz com seu nariz!

Era uma vez uma avestruz, a atriz Valderez.





Sugestão: Além da professora explorar a ortografia, poderá usar os textos para leitura, interpretação, reescrita dos textos ...



Utilizar as palavras que estiver trabalhando no texto para:

• Coloca-las na ordem alfabética;

• Separa-las por número de sílabas;

• Criar outro texto utilizando as mesmas palavras;



















MACAQUINHO



Macaquinhofoiàfeira

Nãosabiaoquecompar

Compouumacadeira

Pacomadesesetar

Acomaresesetouacadeiraesborachou

Macaquinhoficouchorando

Odiheioquegatou.



Quando a coordenadora foi bater esta trovinha, as palavras ficaram juntas e com som diferente em algumas palavras. Descubra o que está escrito. Depois, copie nas linhas.

...........................................



NHOQUE



Piu é um pintinho que achou uma toca.

É a toca da minhoca dorminhoca.

Piu disse:

_Vou esperar para almoçar. Assim que ela sair...Nhoque!

Mas o que apareceu foi uma latinha que rolou, rolou e parou.

_ Oba! Minhoca enlatada!

Lá na toca a minhoca deu risada e viu o Piu distraído com a lata.

_ Até logo, Piu, até logo...

Denise Mendonça

INTERPRETAÇÃO DO TEXTO



1) Que animais aparecem na história?

2) Por que a minhoca deu risada?

3) Como a minhoca escapou do pintinho?

4) Em que lugar você acha que a história aconteceu?

5) Você já viu minhoca enlatada?

6) Ilustre o texto e pinte bem bonito.

....................................................................

O PALHAÇO CAOLHO



O palhaço Coalho estava cansado de circo.

Ele parou de fazer palhaçadas e foi arrumar outros trabalho, numa fábrica.

Não gostou, porque tinha que carregar pilhas de telhas .

Ficou com bolhas nas mãos e dor nos joelhos.

Ouvindo os conselhos de sua mulher ,voltou a ser Coalho e a fazer par com Pimpolho , no circo do palhaço Zarolho.



Graça Batituci



1. Pinte no texto as palavras com NH.

2. Responda com palavras o texto:

a)Qual o nome da dupla de palhaço do texto?

b)O que Coalho carregava?

c)Quem aconselhou o palhaço a voltar para o circo?

3. Forme uma frase com cada grupo de palavras abaixo:

a)coelho – repolho

b)palhaço - repolho

..............................................................

O MENIMO QUE DESCOBRIU AS PALAVRAS

( Cineas Santos e Gabriel Archanjo )





Era , uma vez , um menino

que, ainda bem pequenino,

descobriu, todo contente,

que palavra é que nem gente:

umas são festa e alegria,

como palhaço folia;

outras são sempre tristeza,

como doença e pobreza.



Trecho o livro O menino que descobriu as palavras.

Editora Ática.



1) O que você acha das palavras? Por quê?

2) Você descobriu alguma palavra nova hoje? Qual foi?

3) Marque um x na frase que está e acordo com o texto:

( ) O menino descobriu que palavras é que nem gente.

( ) O menino ficou triste quando descobriu as palavras.



4) Complete com palavras do texto:

a). Doença e pobreza são sempre....................................

b).Palhaço e folia são.............................e.........................



5.Escreva:

a) uma palavra alegre:..................................

b) uma palavra triste

c) uma palavra gostosa:.................................



6.O texto que você leu é um trecho do livro ...................

7.Complete:

a) A palavra menino tem ...................letras.

b) As consoantes da palavra acima são:..........................

c) As vogais são:..............................................................



8.Meu nome tem ..................letras.

.......................são vogais.

........................são consoantes.



9.Procure no texto:

a) três palavras iniciadas por consoantes

b) três palavras iniciadas por vogais:



10.Escreva cada palavra no conjunto a que ela pertence:



Festa sol gente alegria pequenino contente palhaço mar



a) uma sílaba:...........................

b) Duas sílabas:........................

c) Três sílabas:..........................

d) Mais de três sílabas:................



11.Circule o sinônimo da palavra sublinhada:

a) O menino estava todo contente . ( alegre – esperta – contrariada)

b) O menino fez muita folia ( cambalhota – brincadeira – encrenca )



4. Invente uma frase com a palavra folia.

13. para escrever nomes próprios usamos letras maiúscula. Complete o quadro com dois nomes de:





MENINOS MENINAS CIDADES



.........................

..........................



............................

.............................

..............................

..............................



























AZUL E VERMELHO



Nessa rosa que eu pisei

tinha uma borboleta azul.

Eu não vi o que fazia,

mas as duas eu matei.



Vou enterrar as duas.

A rosa

e a borboleta azul.

E elas vão me perdoar.



Qualquer dia,

quando eu passar por aqui,

haverá uma rosa

com pétalas azuis

e uma borboleta

vermelha

e perfumada.

Pedro Bandeira. Cavalgando o Arco-íris

São Paulo, Moderna, 1986.



1-Reescreva os quatro primeiros versos desse poema, mudando de eu para nós e o verbo ter para haver .



2-Observe a frase: “ E elas vão perdoar.”

- A quem está se referindo a palavra elas ?



3-Cite:

- O nome do autor do texto:

- O nome do livro onde foi publicado este texto:

- Nome da editora:

- Ano em que foi publicado:



4-Retire do texto:

- Uma palavra que dá idéia de lugar:



5-Escreva:

- A palavra qualquer no plural.

- A palavra azuis no singular.



6-Leia o texto e responda.

a)A borboleta era azul. E a rosa de que cor era?

Copie a parte do texto que conta de que cor era a rosa.



7-Você sabe qual cor resulta da mistura do azul com o vermelho? Faça a experiência.





CORUJINHA



Corujinha, corujinha,

Que peninha de você!

Fica toda encolhidinha,

Sempre olhando não sei quê.

O seu canto de repente

Faz a gente estremecer.

Corujinha, corujinha,

Todo mundo que a vê

Diz assim à coitadinha:

Que feinha que é você!

Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.



1-A poesia acima é de Vinícius de Morais. Copie as palavras diminutivas, separe as sílabas.



2-Escreva a forma normal das palavras que estão no diminutivo.



3-Circule na poesia, as rimas.



4-Que tipo de animal é a coruja?



( ) mamífero. ( ) ave. ( ) inseto.



5-Quais são os hábitos da coruja?



6- Você sabia que a coruja é considerada o símbolo da sabedoria?

Pesquise mais sobre o assunto.





























TAMANDUÁ-BANDEIRA



O tamanduá-bandeira está em extinção porque pessoas maldosas o caçam, outras põem fogo nas matas e muitas estão destruindo o cerrado, seu principal habitat natural. Isso é muito triste, porque os tamanduás não se adaptam facilmente ao cativeiro. Eles chegam a comer até 30 mil insetos de sua preferência por dia.

As características dos tamanduás são interessantes. Eles não têm dentes. Como quadrúpedes, são até engraçados. Seu bico comprido faz com que eles pareçam com um aspirador. Sua língua longa é coberta com saliva pegajosa.



1-Explique :

a) O que é estar em extinção?

b) Habitat natural:



2-O que significa cativeiro?



3-Explique como você entende que os tamanduás não se adaptam facilmente ao cativeiro.



4-Cite as características do tamanduá-bandeira.



5-“Os tamanduás chegam a comer quantos insetos por dia?



( ) 30. ( )300. ( )3.000. ( ) 30.000. ( ) 300.000.



6-Você sabe o que é quadrúpede? Pesquise.



7-Você acha que o homem já foi um quadrúpede? Explique.



8-Por que os bebês humanos nascem sem dentes?



9- Você conhece outros animais que correm o risco de extinção? Comente com a professora e seus colegas.



10-Curiosidades sobre o tamanduá-bandeira:

Hábitos Gestação Tempo de vida Alimentação Defesa

Vive no chão, mas sobe em árvores e é capaz de nadar; dorme a maior parte do dia. 190 dias As fêmeas têm somente um filhote por ano, e geralmente na primavera. Vivem aproximadamente cerca de 25 anos. A língua pegajosa do tamanduá facilita seu trabalho na hora de comer. Por ser assim, os insetos grudam nela com facilidade. Tem fortes garras, se provocado, ele se defende, mas geralmente é um animal pacífico.



11-Como e de que os tamanduás se alimentam?



12-Escreva sobre os hábitos do tamanduá-bandeira.



13-O que a tabela acima diz sobre a defesa dos tamanduás?



14-Quantos meses o tamanduá tem de gestação?



























































A velinha de aniversário e a velhinha



Complete o texto abaixo com L – LH ou NH:



A vê _ i _ a se consome. É mais um aniversário da vê _ inha Amélia. A famí _ ia, orgu _ osa, reúne-se em volta dela . Os netinho aplaudem:

_Vovó ! Viva a vovó!

A ca _ a que pinga, diante da vovó emocionada que se ca _ a, parece aplaudir:

_ Vovó! Vovó! Vovó!

_ Fale alguma coisa, vovozi _ a – pedem os netos.

A vovó pensa muito antes de fa_ ar, pois quem pensa antes de fa_ ar, certamente não vai fa _ ar.

Logo depois, de sua cadeira, ela vê os net i_ os jogando bo _ a . Na sua mente, bo _ a de futebol e bo _ a de sabão se confundem. E ela pensa:

“ Já fui uma linda e co _ orida bo _ a de sabão! Era assim, linda, que eu me sentia...”

Vovó, acorde! – dizem os neti _ os.

E perguntam:

Você está so _ ando com o ama _ ã, vovozi _ a?



Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.

A velinha de aniversário e a velhinha



Complete o texto abaixo com L – LH ou NH:



A vê _ i _ a se consome. É mais um aniversário da vê _ inha Amélia. A famí _ ia, orgu _ osa, reúne-se em volta dela . Os netinho aplaudem:

_Vovó ! Viva a vovó!

A ca _ a que pinga, diante da vovó emocionada que se ca _ a, parece aplaudir:

_ Vovó! Vovó! Vovó!

_ Fale alguma coisa, vovozi _ a – pedem os netos.

A vovó pensa muito antes de fa_ ar, pois quem pensa antes de fa_ ar, certamente não vai fa _ ar.

Logo depois, de sua cadeira, ela vê os net i_ os jogando bo _ a . Na sua mente, bo _ a de futebol e bo _ a de sabão se confundem. E ela pensa:

“ Já fui uma linda e co _ orida bo _ a de sabão! Era assim, linda, que eu me sentia...”

Vovó, acorde! – dizem os neti _ os.

E perguntam:

Você está so _ ando com o ama _ ã, vovozi _ a?



Fonte: Escreva Corretamente,

de Gerusa Martins e Miriam Maranhão.



























5 comentários:

  1. amei o seu blog, pois prendeu muito à atenção dos meus alunos.
    Espero sempre encontrar novidades.

    ResponderExcluir
  2. muito criativos os textos, parabéns a todos que fazer as nossas crianças a descobrir um mundo que nós desejamos.

    ResponderExcluir
  3. iolanda marques santos28 de junho de 2012 14:38

    Adorei seus textos posto vou pegar algun s para trabalhar . obrigada!!!!!

    ResponderExcluir
  4. carlos de rondonia eu amei os textos ,eu já estou trabalhando estes textos com meus alunos,,,,eles amarão...

    ResponderExcluir

visitas

Deus

OLHOS DO PAI




Lindos e Fofos Cartões
www.cartooes.com